Adolescente perde emprego antes mesmo de começar por comentário no Twitter

Uma adolescente do Texas, nos Estados Unidos, foi demitida do emprego em uma pizzaria antes mesmo de começar.

Um dia antes do primeiro dia do trabalho, Cella fez um comentário no Twitter que não agradou o seu futuro/ex-chefe, que acabou usando a própria rede social para demitir a funcionária.

“Eu começo essa ‘m…’ de trabalho amanhã”, publicou a jovem americana.

O que ela não contava é que o dono da pizzaria veria o tuíte.

Na manhã seguinte, Robert Waple foi avisado do comentário por um funcionário e respondeu: “Não, você não começa trabalhar hoje! Eu simplesmente demiti você! Boa sorte para você, sem dinheiro e sem trabalho.”

Vários ex-funcionários da Jet Pizza entraram na conversa. Muitos deles defenderam o antigo local de trabalho, exceto um usuário que chegou a dizer que aquele teria sido o “pior emprego que já teve”.

Em defesa da jovem, teve até quem achou que a demissão foi injustificada: “Ela estava exercendo sua liberdade de expressão e nunca mencionou o nome da empresa para que fosse demitida.”

O caso ganhou repercussão internacional.

A resposta de Waple tornou-se um hit instantâneo e foi retuitada mais de 3.800 vezes e favoritada mais de 4.200.

Após todos os acontecimentos, Cella voltou a se manifestar no Twitter, aparentando ter levado tudo na esportiva: “Aquele momento quando um dedo-duro tenta te prejudicar, mas, no fim, acaba te deixando famosa”.

Será que todos os currículos recebidos na minha empresa são lidos ou alguns são esquecidos?

mulher-com-duas-pilhas-de-curriculosEssa crise que assola o nosso país agravou ainda mais um problema que já era percebido pelas empresas e pelas consultorias de RH: uma imensa quantidade de candidatos (currículos) para cada vaga de emprego que é divulgada tanto na Internet quanto através dos meios convencionais que, por sinal, estão cada vez mais em desuso.

Considerando este fato, é mais que aceitável questionar se todos os currículos recebidos realmente serão lidos e considerados nos processos seletivos de sua empresa.

De fato, a grande maioria das empresas e das consultorias de RH ainda insistem em usar (ou TENTAR usar) o método tradicional de ler (ou TENTAR ler) “todos”(*) os currículos enviados, mesmo sabendo que a maioria deles são dos chamados “candidatos paraquedistas” que enviam seu currículos mesmo sabendo que não estão totalmente aderentes ao perfil da vaga – e muitas vezes eles estão totalmente fora do perfil.

(*) – será que de fato “todos” os currículos são lidos? Tenho minhas dúvidas. E temo que, no processo convencional, alguns dos verdadeiros talentos deixam de ser convidados a participar do processo simplesmente porque os seus currículos não foram lidos.

E não adianta apelar para os sites que afirmam possuir grandes bases de currículos: caros, desatualizados e com complicados esquemas de filtros, eles mais atrapalham do que ajudam, aumentando ainda mais a quantidade de currículos a analisar.

Isso torna os processos seletivos tradicionais ou suportados por grandes bases de currículos cada vez mais caros, demorados e ineficazes, entregando para os gestores não os melhores candidatos do certame e sim os melhores entre os que foram possíveis de analisar o currículo e fazer uma pré-entrevista.

A solução é o Lean Recruiting.

Desde a elaboração de um atrativo anúncio da vaga de emprego até a indicação dos pontos a serem desenvolvidos em cada candidato selecionado, passando por um questionário com perguntas eliminatórias (Knockout Questions) e uma avaliação de potencial cientificamente validada, o Lean Recruiting é a opção mais fácil, mais rápida, melhor e mais barata que qualquer outra no mercado.

Segue abaixo artigos relacionados e material para leitura e estudo.

 

Augusto Calado é ex-Presidente da Manpower (manpower.com.br),
Consultor de RH especializado em Gestão de Talentos
e entusiasta de Startup Companies.

Contato: augusto.calado@imde.net

 

Artigos relacionados:

Contact Center no Brasil contrata 90 talentos a partir de 3135 candidatos lendo apenas 145 currículos.
http://blog.rhjbv.com/?p=185

R.I.P. Curriculum Vitae (ou “a morte do currículo”)
http://blog.rhjbv.com/?p=176

Contratado ou reprovado, todo candidato quer ter um retorno da empresa.
http://blog.rhjbv.com/?p=132

De repente, uma fila de 10 mil pessoas na frente da empresa atrás de uma vaga de emprego. E agora, o que fazer?
http://blog.rhjbv.com/?p=112

Será que todos os currículos enviados são lidos ou alguns são esquecidos? (este post)
http://blog.rhjbv.com/?p=200

 

Material para leitura e estudo:

Lean Recruiting = Smart Recruiting:
http://www.imde.net/PepPages/Pdf/POR%20PepTalentfinder.pdf

Questionários de Avaliação de Potencial:
http://www.imde.net/PepPages/Pdf/POR%20FragenkatalogePEP2013.pdf

Exemplo de relatório de avaliação:
http://www.imde.net/cgi-bin/ProductPep_Pict.pl?cl=POR&f=POR%20Management%20Report%20Profile%20Amona&o=p

Exemplo de roteiro de entrevista:
http://www.imde.net/cgi-bin/ProductPep_Pict.pl?cl=POR&f=POR%20Interview%20Manual%20Profile%20Amona&o=p

Exemplo de comparação de perfis dos candidatos mais promissores:
http://www.imde.net/cgi-bin/ProductPep_Pict.pl?cl=POR&f=POR%20ProfileVergleichen&o=l

Nossos Clientes no Brasil:
http://www.imde.net/POR/ => Menu: “Clientes”

O que os Clientes dizem:
http://www.imde.net/POR/ => Menu: “O que os clientes dizem”

Validações Científicas:
http://www.imde.net/cgi-bin/ProductPepScientificPOR.pl?new=1